A flor-do-guarujá ou chanana é tida como uma erva daninha. Isso devido ao fato de que cresce praticamente sozinha. Fora isto, é muito resistente.
Ela se adapta muito bem aos climas litoraneos principalmente do sudeste, sendo que floresce o ano inteiro.

A flor-do-guaruja é uma ótima opção para locais de ventos, lugares de muito sol e até para jardins de pedra.
Sabendo agrupá-la, ela faz belo efeito e suas flores são vistosas.
É uma típico caso de planta considerada daninha e que serve como ornamental.

Dados botânicos da flor-do-guaruja , turnera subulata

Nome botânico: Turnera subulata
Sin: Turnera angustifólia Mill.
Nome popular: turnera, flor-do-guarujá, chanana, albina
Angiospermae – FamíliaTurneraceae
Origem: nativa da América Tropical e Nordeste brasileiro

Descrição da flor-do-guaruja ou chanana

Planta herbácea perene de altura até 0,50 m, com boa ramificação.
Suas folhas são ovais serrilhadas verdes.

flor-do-guaruja

Flor do guaruja

Também apresenta flores campanuladas de pétalas livres e arredondadas na cor branca amarelada de garganta amarela e pontuações escuras.

O florescimento ocorre durante o ano todo, principalmente em climas mais quentes.

Pode ser cultivada em todo o país onde houver clima ameno a quente.
Pois, esta planta, é sensível a geadas, o que pode tornar inviável seu cultivo no Sul, onde as temperaturas de inverno são muito baixas.

Como plantar a Flor-do-Guarujá

A turnera, outro nome que se dá à flor-do-guaruja, é uma planta resistente, não tem exigência quanto ao tipo de solo, mas necessita de muito sol.

Normalmente é cultivada em canteiros extensos junto a muros, ao redor de palmeiras altas ou árvores de folhagem esparsa.

Seu cultivo em jardineiras também é possível, bem como em vasos baixos do tipo bacia.
Não fica com visual bonito combinado com outras plantas de mesma altura ou arbustos grande, sendo mais recomendada único cultivo.

Para plantar, iniciar com a limpeza de inços e destorroar o solo do canteiro.

Incorporar o substrato, que é o composto orgânico de folhas, também conhecido como terra vegetal.
Faça isto o quanto seja necessário para preencher o canteiro ou recipiente.

Em seguida, adicionar cerca de 200 g de adubo de aves bem curtido, para aumentar a floração.

Misturar previamente numa lona para a colocação nas jardineiras ou diretamente no canteiro.
Nivelar a terra do canteiro.

Abrir uma pequena cova para conter o torrão, acomodar a muda e aconchegar a terra, firmando de leve com as mãos para evitar o tombamento da muda.

flor-do-guarujá em vasos
 
O espaçamento mais adequado é de 25 cm entre plantas e nas linhas, procurando desencontrar para fechar bem o espaço.

Nas jardineiras, colocar a mesma distância entre as mudas e, se houver espaço, fazer duas linhas de plantio para ficar mais bonito o efeito.

Não esquecer de proteger o furo de drenagem com geomanta ou cacos de cerâmica.
Por cima colocar areia e depois parte da mistura de substrato.

Adubação da turnera

Reposições anuais na primavera deverão ser feitas com adubo granulado tipo NPK formulação 4-14-08.
A receita a seguir é a dissolução de 1 colher de sopa para cada dois litros de água.
Logo em seguida, coloque o adubo numa garrafa de refrigerante de dois litros e encha de água, sacudindo para misturar bem.

Regue o canteiro ou recipiente sem deixar a água tocar na planta.

Mudas e reprodução da flor-do-guarujá

A propagação da flor-do-guaruja é feita por sementes, que se dispersam facilmente ao redor da planta.
Uma vez cultivada, nunca mais se livrará dela, pois tem característica de invasora.

Se recolher as sementes, assim que a flor tiver maturado, poderá semear em saquinhos ou caixotes com composto orgânico.
Mantenha o local úmido e protegido do sol e da chuva.

O transplante pode ocorrer quando a mudinha tiver 6 folhinhas.

Uso decorativo e paisagismo

turnera subulata ou xanana
 
A turnera tem sido usada com bastante frequência no paisagismo.
Isso, devido à sua rusticidade e facilidade de pouca manutenção.
O que a torna ideal para projetos de condomínios, empresas e praças públicas.

Longos canteiros em praças e canteiros de avenidas urbanas de regiões amenas a quentes poderão ser ornamentados sem que haja problemas.
É uma planta bem adaptada ao clima brasileiro e adequada para espaços abertos e de pouca manutenção

O post Flor-do-Guaruja ou Chanana – Turnera Subulata apareceu primeiro em FazFácil.

A Artcom Planejados agradece a sua visita!

Fonte: Site FazFacil

Veja também:  Modelos de jardim: 60 ideias de cantinhos verdes para você se encantar